Carlos Lyra – Carioca de Algema

“Indicação” nº 39 do dia:

Carioca de Algema

Eu gosto do mundo que é meu lugar
Gosto mais do Rio que é de gostar
Rio tanta cor, Rio tanto mar
Vou morrer um dia, morrer amando
Amando o Rio
Rima com calor, rima com luar
Esse Rio lindo cheio de mar
De montanhas verdes, feitiços mil
Rio, mar que explode, reflete a vida
Num céu de anil
Rio, essa cidade igual não tem não
Aumenta as batidas do coração
Rio tão gostoso, assim carnoso
Me faz sentir tão pecaminoso
Sou moço guloso é de viver
Vou viver no Rio até morrer
Rio me provoca como um poema
Me prende e faz mais um carioca
De algema…
Perdoem senhores que não falo a esmo
O valor maior é da vida mesmo
Que vem e me entrosa num Rio assim
O amor de verdade é que é cidade
Maravilhosa…pra mim!