Publicado em Música

MÚSICA E INTERDISCURSIVIDADE: CAZUZA, UM SUJEITO DO DISCURSO EM IDEOLOGIA

“Ideologia…Eu quero uma pra viver!”

A Palavra

MÚSICA E INTERDISCURSIVIDADE: CAZUZA, UM SUJEITO DO DISCURSO EM IDEOLOGIA

A partir do estudo da teoria da análise do discurso de vertente francesa, desenvolvida por Pêcheux, entende-se o que torna o homem um ser especial em sua capacidade de significar e significar-se. Por meio da análise dos aspectos sócio-históricos e ideológicos, no contexto da música “Ideologia” interpretada por Cazuza, serão consideradas as exterioridades, identificando as influências histórico-contextuais e ideológicas na formação da visão de mundo apresentada na música.

Cazuza

Por meio da teoria da análise do discurso de vertente francesa, desenvolvida por Michel Pêcheux, concebe-se a linguagem como mediação (discurso) necessária entre o homem e a realidade natural e social. Assim, considera-se a linguagem não apenas como instrumento de mediação entre os seres humanos, mas principalmente como fator determinante à construção subjetiva/cultural e a música como expressão ideológica e cultural de determinado corpo social.

Considerando estes aspectos…

Ver o post original 1.987 mais palavras

Anúncios

Autor:

Psicóloga e Influenciadora Digital,amante de música boa

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.